Deficiência de Magnésio

deficiencia-de-magnesio

O magnésio é um mineral essencial em mais de 350 reações enzimáticas no metabolismo. Estas reações incluem o ciclo de Krebs (um dos principais processos de produção de energia celular) e desempenha um papel importante nos músculos, nervos, e na função imunológica, impedindo a arritmia, dando força aos ossos, regulação do açúcar no sangue e os níveis de pressão arterial, metabolismo energético e na síntese de proteínas.

MAGNÉSIO: Mineral Essencial (mas que você provavelmente tem deficiência e não sabe!)

O magnésio é encontrado em todo ser vivo do Planeta. Terra, mar, plantas, animais e claro, nós humanos dependemos dele para sobreviver.

Cerca de 60% do magnésio do nosso corpo sem encontra nos ossos, enquanto o restante é dividido nos músculos, tecidos moles e fluídos, incluindo o sangue.

Na verdade, cada célula do seu corpo contém Magnésio e precisa dele para que funcione corretamente.

O principal papel do magnésio é agir como um auxiliar molecular das reações bioquímicas realizadas constantemente por nossas enzimas. Ele atua diretamente na criação de energia, formação de proteínas, manutenção dos genes, movimentos musculares e regulação do sistema nervoso.

Infelizmente estudos sugerem que a maioria das pessoas tem deficiência de magnésio. Como ele desempenha um papel importante na função cerebral, os baixos níveis de magnésio estão diretamente ligados a um maior risco de depressão.

Alguns especialistas acreditam que o baixo teor de magnésio dos alimentos modernos podem ser a causa de muitos casos de depressão e doença mental. O magnésio também tem efeitos benéficos contra a diabetes tipo 2.

Acredita-se que cerca de 48% dos diabéticos têm baixos níveis de magnésio no sangue. Isso pode prejudicar a capacidade da insulina de manter os níveis de açúcar sob controle.

Além disso, estudos mostram que tomar magnésio pode baixar a pressão arterial. Em um estudo nos EUA, as pessoas que tomaram 450mg de magnésio por dia sofreram uma diminuição significativa na pressão arterial sistólica e diastólica.

A baixa ingestão de magnésio também está ligada à inflamação crônica, que impulsiona o envelhecimento, a obesidade e facilita a instalação de doenças crônicas.

As dores de cabeça de enxaqueca são dolorosas e debilitantes. Muitas vezes ocorrem náuseas, vômitos e sensibilidade à luz e ao ruído. Alguns pesquisadores acreditam que as pessoas que sofrem de enxaqueca são mais propensas do que outras a serem deficientes em magnésio.

Na verdade, alguns estudos encorajadores sugerem que o magnésio pode prevenir e mesmo ajudar a tratar enxaquecas.

Como podemos ver, é essencial que você consuma alimentos ricos em Magnésio ou faça uso de um suplemento. As formas mais populares de magnésio são o Magnésio Dimalato, o Cloreto de Magnésio PA, O Magnésio Glicinato e o Magnésio Quelato. A deficiência de magnésio pode trazer diversos transtornos para sua saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *